Obrigado, Senhor!

18 de Dezembro de 2014

Como a fé ajudou o Cruzeiro a se tornar um clube campeão e ao mesmo tempo uma filial da Universal. 

Por Otávio Ogando
Cruzeiro x Goiás. Mineirao . 2014. Jogo do bicampeonato brasileiro.  Gol do Cruzeiro. Um bandeirao tradicionalmente sobe na maior torcida organizada da história do clube.  E o que se lê é de surpreender qualquer pessoa no estádio.
adeus
A Deus toda Glória.
Me pergunto. Que p… é essa?Cade os palavrões? As caveiras, a foto de um guerrilheiro, de um mafioso, uma provocação ao adversário? Coisas que são comuns em um estádio de futebol.  Cade o símbolo do clube? A raposa estilizada, a logo da torcida?
Nada. Só a frase.
A Deus toda Glória.
Adeus? Não, a Deus. Ah, só!
Termina o jogo. Todos os jogadores com uma camisa branca e uma frase. Qual? A Deus toda Glória.
De repente, todos os jogadores se juntam atrás do gol, fecham os olhos e, de pé, o lateral Ceará começa a pregar. Como um pastor.  Palavras bonitas saem de sua boca. Por maior que seja a euforia pelo bicampeonato, todos escutam.
Ceara pastor
Nessa hora imagens saltam na minha cabeça.
Jogadores ajoelhados apontando para cima na comemoração do gol. De vários na real!
Lembro de outro gol. Marcelo Moreno celebra com seu eterno momento de humildade cristã:

“Eu não, Ele!”

E afinal, isso me incomoda?
Porra nenhuma! O time é bicampeão brasileiro!
Como diria Larry David: Whatever Works.
E nesse momento eu percebo que o elemento crucial para o momento atual do Cruzeiro, não são sete razões, mas apenas duas letrinhas:
Fé.
Só uma coisa é capaz de domar um jogador de futebol mais no que o casamento. Capaz de unir mais que uma excursão. Motivar mais que uma torcida. E isso se chama religião.
Então, nesse misto de emoções contraditórias, surge o goleiro Fábio, em uma volta olímpica solitária carregando uma faixa com a frase. Você sabe qual.
A Deus toda Glória.
O capitão olha para a arquibancada e aponta para faixa. Penso na frase que li em algum lugar. “De tanto falar em Deus, Fábio se tornou um.”
No dia seguinte descubro que, obviamente, a idéia tinha o dedo dele. E claro, capitaneada por sua esposa, Sandra. Ela está para o grupo de esposas dos jogadores do Cruzeiro como seu marido está para o time.
Hoje, ateus e cristãos coexistem em harmonia. Paulo André, um novo líder dentro do time, um tenente abaixo do capitão Fábio como ele gosta de colocar, entendeu seu lugar e  respeita a fé dos companheiros, ajoelha nas comemorações, mas só não aponta para cima.
Tem também o  Arrascaeta, que chegou agora, tem suas crenças, sua cultura, e constrangido ou  até mesmo perdido, aponta os dois dedos para cima.
dois
Mas vamos terminar pelo começo. De onde surgiu tanta Fé no Cruzeiro. Claramente foi germinado pelo seu Capitão. Está certo que a relação jogador de futebol e Igreja evangélica existe desde o atletas de Cristo, mas foram as palavras de Fábio e sua esposa, que contagiaram todo o grupo.
mulher fabio
E para ser justo, o Cruzeiro não é uma filial da Universal. Está mais para filial da Batista da Lagoinha ou da Getsemani.
Se Fábio é o pregador do time, o elemento divino que trouxe união ao grupo, de onde surgiu a Fé do goleiro?
Como toda história, a superação tem início em uma tragédia. E a tragédia de Fábio foi o afamado gol de costas contra o Atlético, no dia 29 de abril de 2008. E pra quem não lembra, ele era o único a dar raça naquele jogo, que contou com erros grotescos de arbitragem. Mas só se lembram do gol. Fábio nunca escondeu que aquele foi o ponto de transformação na sua vida. Ali ele encontrou a palavra.
29abril
29 de Abril de 2007. Era o dia do meu aniversário. Um dos melhores dias da história do Cruzeiro. O dia que iniciou a transformação do clube nessa potência hegemônica no cenário nacional. Ali nascia o bicampeonato. Ali nascia esse grupo unido.
Obrigado, Senhor!
Valeu, Fábio
taça
E muito obrigado, Vanderlei.
Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s